Gravar podcast é muito, muito, muito mais simples (e barato) do que era há alguns anos. Mas mesmo assim, ainda é mais do que apenas dar “rec” e falar diante de um microfone. Sabendo disso, e vivendo cada uma das etapas na prática, a gente resolveu criar esse guia rápido com tudo que é preciso para colocar um podcast no ar. Preparado?


Do que você precisa para gravar

Sim, você pode gravar um podcast apenas usando seu computador ou smartphone. Ou seja, equipamentos não podem mais ser desculpa para você deixar de tirar o seu projeto do papel. Agora, se você quer ir além – e puder investir um pouco mais – presta atenção nas dicas a seguir.

Hoje em dia é possível ter em casa, por um custo baixo, a mesma tecnologia que apenas os grandes estúdios de áudio tinham no início dos anos 2.000. Listamos aqui alguns dos itens que consideramos o básico pra se produzir um podcast com qualidade e conforto, mas lembrando sempre que apenas com um celular nas mãos isso já seria possível.

Um microfone legal dá aquele tom de “podcast profissional” para o seu show. Procuramos aqui um microfone com qualidade profissional, mas também com um preço mais acessível e com a vantagem de conectar diretamente via cabo USB no seu computador – o que evita o uso de uma mesa de som que aumentaria bastante o custo dos equipamentos. O microfone que sugerimos é o Shure Pg27-usb.

E já que estamos falando de qualidade e conforto, bora montar esse kit para o seu microfone novo? Para acompanhá-lo selecionamos um bom pedestal de mesa e também um pop-filter, que é aquela telinha que vai na frente do microfone e evita que cheguem nele alguns barulhos indesejáveis que dariam mais trabalho pra tirar na edição.

O roteiro é importante

Mas, como falamos lá no início do texto, gravar podcast é muito mais do que apenas dar rec. Independente do estilo de podcast que você decidiu produzir, não se engane: todo bom podcast começa por um bom roteiro. Até os shows que envolvem muito mais bate-papo, que dão a sensação de ser apenas uma conversa entre amigos, também precisam antes passar pelo processo de roteirização. É aqui que você vai definir um tema para o seu novo episódio, a estrutura, quem fala o que, em quais momentos… esse tipo de coisa. 

E um bom roteiro pode te ajudar ainda mais, pois quanto mais bem trabalhado for o roteiro, menos trabalho vai dar a edição. Ou seja, se o podcast estiver bem definido no roteiro e assim ele for executado, a edição é simplesmente um processo de “tornar o roteiro real” utilizando o material gravado.

Agora, se o roteiro não existir, o editor vai ter beeem mais trabalho. Ele vai receber um material meio sem nexo e, enquanto edita, ele mesmo vai ter que ir decidindo que caminho o episódio vai tomar. Afinal, ele está “livre” das amarras do roteiro – o que não necessariamente é tão legal quanto parece. A fórmula é basicamente assim:

+ roteiro = – edição

Pessoa editando o podcast no computador.
Edição de podcast.

Nossa dica extra

Por último, uma dica extra, pra você não só gravar o seu podcast, mas colocá-lo no ar de vez! Não é possível simplesmente subir um podcast em serviços de streaming de áudio como Spotify ou Deezer. Antes disso, os seus episódios precisam passar pelos serviços de distribuição, que são vários. Você pode testar e escolher o seu.

Aqui vamos listar os principais e te contar qual nós usamos para os nossos podcasts.

Através desses sites você cria uma conta para o seu show e começa a subir seus arquivos de áudio, capas, descrições e tudo mais. Por aqui, despois de muita pesquisa, resolvemos utilizar o Simplecast e estamos muito satisfeitos com o resultado.

Uma das coisas mais legais dele é a ferramenta “recast”, onde você pode criar um pequeno vídeo para divulgar uma parte do seu show nas redes sociais – um editor muito simples e prático que vem nos ajudando muito. Em breve falaremos mais dele em um post sobre como divulgar o seu podcast.


Pronto, o seu podcast está no ar. Agora é produzir mais e mais episódios, conectando e engajando com seu público. Lembrando sempre que somos uma produtora de podcasts que pode te ajudar nas etapas do processo que você tiver dificuldades, ou até cuidar de todo processo para você.

É o caso de clientes que nos procuram para criar podcasts para suas empresas – eles focam no que sabem fazer de melhor e a gente cria o melhor conteúdo possível para eles. Enfim, esperamos que o texto tenha ajudado. Qualquer dúvida, pode mandar pra gente. Até a próxima. Tchau!

Inscreva-se em nossa newsletter.